29 junho, 2008

Está demais...

... se está!
Parece que todos os dias aprende a fazer uma gracinha nova. Acho que não me devia surpreender com isso pois nesta fase os bébés evoluem muito rapidamente mas não consigo deixar de pensar que ele é o máximo e sentir-me muito babada e orgulhosa.

O Gabriel normalmente adormece antes da meia-noite e só volta acordar às 5h/6h para mamar e volta logo a adormecer e a dormir até lá para as 10h. Hoje até dormiu desde as 11h até às 7,30h mas isto é um brinde que ele me dá apenas de vez em quando. Depois durante o dia fica muito desperto e dorme apenas umas sestinhas de 1/2h a 1h entre cada refeição.
É muito simpático e sorridente, basta qualquer um chegar-se ao pé dele e meter-se com ele que ele brinda-nos logo com um sorriso de orelha a orelha. Só às vezes fica mais resmungão quando se aproxima da hora da refeição e já tem fome.
Neste momento, vou alternando o peito com a mama. Ele andava a ficar irritado, pois o peito já não chegava e depois quando mudava para o biberon irritava-se porque queria a mama e já não bebia nada de jeito. Então, por decisão minha, achei melhor começar a alternar, o peito fica com mais tempo para encher, e ele fica mais satisfeito. Penso que o aleitamento está no fim :(
Adora o banho, farta-se de sorrir assim que sente a água nos pézinhos...
Ontem, fui dar com ele virado de lado. Fiquei de boca aberta... a partir de agora já não o posso deixar no sofá sem vigilância.
Descobriu que tem pés e andava já há uns tempos a tentar agarrá-los sozinho... pois também já consegue. Adoro vê-lo agarrado a eles, com o corpo todo enroladinho. E aora, quando lhe calço os ténis fica muito sério a olhar para eles... deve ficar a pensar " então para onde foram os meus presuntinhos? "
Quando o sento ao meu colo, amparando-lhe devidamente as costas e a cabeça, fica a prestar muita atenção a tudo. A cabeça dele parece uma ventoinha a ver se não lhe escapa nada, principalmente o que se passa na televisão...
Já agarra tudo o que lhe apetece, na maioria das vezes, com o intuito de levar para a boca. Até as nossas mãos ele quer levar para a boca, se deixarmos...
Já selecciona os brinquedos que gosta... ou seja, não são todos que ele quer apanhar. E portanto, eu vou-lhe oferecendo os bonecos (que são muitos) à vez, para perceber quais são os que ele mais gosta e com que mais se entretem.
O outro dia experimentei colocá-lo no tapete de actividades da Fisher Price que lhe ofereceram e ele gostou... a música só toca quando ele bate nos bonecos e então ele fica muito atento aquilo tudo.
Quando está deitado no ovinho e eu coloco as mãos de forma a tirá-lo de lá, ele já se inclina para a frente pois já sabe que é para sair dali.

Bom, não vos aborreço mais com as minhas descrições, mas é como vos digo, estou muito babada o que hei-de fazer...

24 junho, 2008

Há 1 ano atrás escrevia assim...

Bom, o Gabriel tem 3 meses e a gravidez foram 9 meses, logo é fazer as contas....
Há um ano atrás as perspectivas não eram boas, se com as IIU não íamos lá que diria ao natural, mas como desistir não estava ainda nos nossos planos, lá fizemos a nossa parte e fomos em seguida de férias, sem pensar mais no assunto:

29 Junho, 2007

Ao natural...
... é como vai ser a IIU este mês.Fiz hoje a eco e não sei como e a médica também não mas um dos folículos cresceu de 10 para 21mm.Ou seja, provavelmente vou ovular hoje.Levei logo o Pregnyl no Hospital e a partir de 3ª feira ponho o Utrogestan na mesma. Devia ficar triste porque sei que assim fica tudo mais complicado, mas a médica disse-me que nunca se sabe se os bichinhos não passam para o lado de lá, e eu já decidi que não me vou chatear com nada disto. Não vale a pena! Não quero cabelos brancos por isto.Quando a médica viu o resultado da eco e arregalou os olhos e perguntou como era possível eu respondi-lhe (em pensamento) que deve ter sido o outro médico que me fez a eco e era um estagiário que não deve ter visto como deve ser ou medido como deve ser. Não vale a pena pensar muito nisso.Trouxe receita de Gonal F para a próxima IIU que deve calhar em Agosto mas como aqui há tempos disse, independentemente do resultado este mês de Julho é para esquecer e aproveitar o Sol e a praia, ou acham que eu vou para CUBA para ir martirizar-me com este assunto?

20 junho, 2008

Peso

5 660g já cá cantam!
Estou a crescer bué! E estou um gajo bem giro com as t-shirts que a minha mãe me veste!

17 junho, 2008

Que dor!


Já não tinha uma dor de dentes há anos... e agora cá está ela!

Já não me recordava como pode uma dor de dentes ser tão má... faz-me doer quase todos os dentes da boca e o ouvido também.

Sim... já fui ao dentista, tenho uma infecção na raiz. Já estou a tomar antibiótico que ainda não está a fazer efeito e até lá Ben-u-ron e Ipobrufeno intercalados. O pior é que não fazem efeito nenhum e eu estou a dar em doida... e também não posso tomar analgésicos mais fortes por causa do aleitamento.

Passei a noite sentada no sofá! Se isto não passa, mando o aleitamento às urtigas...

05 junho, 2008

Fomos à Pediatra!


E viemos de lá muito satisfeitos.

Com dois meses e meio já faz todas as gracinhas que deveria fazer aos três meses, tais como: mama no lábio inferior, leva à boca tudo o que apanha (inclusivé a nossa mão), descobriu a TV, dá sorrisos de orelha a orelha e tenta dar gargalhadas, faz muitos sons diferentes.

Está a desenvolver bem, mede 60cm e pesa 5 260g. (A prova disso é que ainda hoje fui vestir-lhe umas calças que usava com dobra na perna e para meu espanto já não é necessário fazer a dobrinha...)

Vai começar a beber água, vamos lá ver se ele gosta dela... eu depois conto...


O único senão é que tem eczema nos bracinhos, está com uma pele muito sensível o meu principe, e portanto vamos deixar a Mustela e passar para D'Aveia. O intuito é tentar encontrar dois produtos que a pele dele tolere e depois usar alternadamente.


Quando voltarmos à pediatra, com três meses e meio, já iremos falar de sopas. Meu Deus, como o meu filho está a crescer num instante... Estou a aproveitar todos os segundos com ele e parecem-me sempre poucos. Não tarda nada está a licença de Maternidade no fim e aí nem quero pensar que vou ter de passar o dia sem ele. Sei que vos pode parecer cedo estar a falar já deste assunto mas conhecendo-me sei que me tenho que ir mentalizando desde já pois vai-me custar muito.