29 outubro, 2007

Ponto de Cruz

Venho aqui deixar-vos uma pequena amostra do meu imenso talento para os trabalhos manuais. ;)
Na foto podem ver duas fraldinhas e dois babetes bordados por mim. É o que o tempo me tem permitido...
E ainda não fica por aqui... mas eu depois mostro-vos os próximos mimos do meu campeão.
Também já tem uns sapatinhos, um babygrow, e alguns conjuntos de roupa interior... tudo oferecido, pois tá claro, uma vez que a mamã, ainda não sai de casa. (Ver pelo lado positivo: é uma forma de poupar dinheiro!)
Quanto ao nome do meu filhote, decidimos elaborar uma lista que inicialmente tinha 12 nomes. Agora temos eliminado nomes, aos poucos, e depois de muito reflectir, e a lista nesta momento, só já tem 6 nomes. Acho que quando ele nascer já vamos ter conseguido decidir!!!!!!

22 outubro, 2007

3 Notas

Nota1:
Vim mostrar-vos o livro que o meu C. me ofereceu:
Este deve ser para aí o quarto livro que estou a ler desde que estou em casa... Mas é muito giro!
É um livro bem-disposto que fala de uma mulher que engravida (adequadíssimo), e é então que começam a surgir os problemas... As infidelidades do marido, o pós-parto, o voltar a ter uma vida sexual normal, os problemas em voltar a sentir-se bem e bonita, em recuperar a linha, em caber novamente nas antigas roupas... Enfim, retrata os problemas talvez um pouco de forma exagerada, mas muito engraçada...
Nota 2:
Para as meninas que perguntaram, quanto ao meu "castigo", mantem-se. Eu já nem falo nele porque estou mentalizada, que apesar de me sentir bem, que é um problema que talvez vá levar algum tempo a resolver. Quando fiz a eco, o descolamento mostrou-se bem visível...
Ao início ficava triste por não poder ir trabalhar, conhecer os meus alunos, ensinar-lhes qualquer coisinha de Matemática, mas agora, fico feliz se na próxima eco a médica já me autorizar a sair de casa por 5/10min, só para esticar as pernas e apanhar um pouco de ar.
E tenho que acrescentar ainda que o que realmente me importa é que tenho o meu bebé comigo, dentro de mim, a crescer forte e saudável!
Nota3:
Tenho reparado com muita alegria minha que o meu grupo das "Lutadoras" está a transferir-se para o meu grupo das "Lutadoras em espera" o que me deixa muito feliz!
Espero um dia poder acabar com o primeiro grupo...

18 outubro, 2007

Duas fotos

As imagens do dia:

Parabéns a você... muitas felicidades... muitos anos de vida ao meu bloguinho... (E ao meu afilhado também...)

Que continue de boa saúde, para poder acompanhar todos os meus desabafos, as minhas alegrias, as minhas tristezas, as coisas importantes da vida e também as menos importantes...

E agora adivinhem lá o que significa esta foto?


15 outubro, 2007

4 meses

Cá estou eu sem grandes novidades para contar mas muito feliz porque fazemos 4 meses!
Amanhã vou fazer ecografia e espero que o castigo passe a ser mais moderado...
Vou deixar-vos aqui uma foto com um pouco mais de uma semana: 16 semanas!

Quanto ao post anterior penso que não me consegui exprimir muito bem. É o que dá ser da área da Matemática... Não estava em baixo, nada disso, apenas um pouco saturada de estar em casa como é normal...

Tenho feito umas coisas giras em ponto cruz para o meu bébé que depois hei-de mostrar-vos.


05 outubro, 2007

Não foi e não será fácil...

Não foi fácil engravidar, não foi!
Foi uma batalha bastante árdua, difíciol de travar, sem nunca saber bem quem era o meu inimigo, donde vinha ele e muito menos conhecia a forma de o melhor combater.
Acho que foi num momento de fraqueza da infertilidade, que eu e o meu C., com muito amor, lhe conseguimos dar a volta e vencemos uma primeira batalha. Engravidámos!
Os primeiros tempos foram bons, primeiro com muitos receios mas depois a confiança foi aumentando e fomos aproveitando esses momentos. Sem sentir mazelas nenhumas, naturais, deste estado tão desejado em que me encontro.
Como a minha médica me disse "as meninas da infertilidade são uma caixinha de surpresas" e confirma-se. Não se sabe de onde apareceu um descolamento de placenta, que neste momento se tornou a segunda batalha a travar, mas tal como a outra também me deixa impotente, sem poder fazer muito para a vencer. Vou tentar enganá-la com o repouso absoluto, vamos lá ver se funciona.
Este assunto já me chateia mas não tenho outro, nem mais nada do que falar (até tenho outro mas este é que me ocupa a maior parte dos pensamentos). Já sei que quando acabar este mês de repouso, espera-me mais outro mês...