28 agosto, 2007

Descubra as diferenças

Amiguinhas, cá estou eu... sem muito para contar...

Continua tudo bem... estou à espera do resultado do concurso para saber onde vou dar aulas este ano.

Entretanto deixo-vos aqui duas fotos para vocês me dizerem se já notam alguma diferença:
(8ª semana e 10ª semana)


Quanto ao peso a diferença não é muita, desde que engravidei até agora tenho mais um quilinho.



22 agosto, 2007

Como vou eu...

OLÁAAAAAAAAAAAAA!

Passei só para dizer que continuo bem, cá vou arranjado maneira de lidar com os meus receios...
Estou a aproveitar muito bem o que me resta das férias, a fazer pouco, muito pouco...
Até já arranjei ajudantes para umas certas tarefas que eu tinha de fazer cá em casa, prontificaram-se logo porque aqui a grávida não pode fazer esforços! Hihihihihihihhi


Também tenho passeado, fui ao cinema ver Os Simpsons (gostei, muito idêntico à série), fui jantar com o C., até ganhámos a sobremesa porque houve uns atrasos no atendimento, enfim, o rapaz para se desculpar, ofereceu... E foi engraçado, que desta vez, a maioria das lojas em que prestámos atenção foram... as lojas de bébés! Porque será?


Deixo-vos aqui uma bonita foto do site http://www.olhares.aeiou.pt/ que tem uma janela da cor da esperança, a esperança que eu tenho em que esteja a correr tudo bem com o meu bichinho e que daqui a pouco eu a possa abrir plenamente ao mundo, sem receios...


15 agosto, 2007

Acabou-se o passeio... por enquanto!

Já estou de volta, outra vez! Estive uns dias na praia e uns dias no campo. Este meu embriãozinho anda bem viajado!
Está a correr tudo dentro da normalidade.
Ainda tudo me parece um sonho e quando vou contar a novidade a alguém, ainda sinto um nó na garganta, um medo de acordar e não ser verdade.
Ás vezes, sinto o peso da Infertilidade tal como se ainda não estivesse grávida. Quanto dou a novidade a alguém omito sempre essa parte embora cá dentro esteja bem presente. Não prevejo o meu futuro, não sei que obstáculos mais terei de enfrentar mas tenho consciência de que esta guerra ficou bem gravada na minha personalidade e mim...
Mas também sinto o meu corpo a mudar... o peito muito sensível, a frequência com que vou à casa de banho é inacreditável, e às vezes sinto o útero mas não é dor, deve ser ele a aumentar de tamanho...

07 agosto, 2007

A maior batalha está ganha!

Cuba é um destino que eu não vou esquecer nunca na minha vida.
Por tudo o que eu já vos contei e por mais alguma coisinha...
Primeiro chorei, depois fiquei incrédula, como podia ser?...
A minha cabeça parou e só me ocorriam duas perguntas: Será? Como é possível?

Andei dois dias pasmada com...






A seguir uma nuvem negra pairou sobre mim... tive um corrimento como se o período estivesse a aparecer. Fiz novo teste que deu positivo mas os dez dias até ao dia da consulta e eco de hoje foram dias de muita ansiedade e incerteza...
Está tudo bem, após uma boa conversa com o excelente Dr. Calhaz Jorge, sei que, às 7 semanas e 5 dias, o meu embrião tem 11,2mm, ouvi e vi o seu coraçãozito e agora posso descontrair um pouco mais.

Esta é a foto que o meu C. me tirou em Cuba... 6 semanas. Eu sei que não se nota nada, não me chamem de totó mas vai servir de comparação para eu não me esquecer que no fim disto tudo tenho de recuperar esta silhueta.




Agora, vou passear uns dias, acho que me vai fazer muito bem, digo, nos vai fazer muito bem.

05 agosto, 2007

Cuba (Havana) (post longo)

Cá venho eu impingir-vos mais umas quantas fotos das minhas férias... e lá vamos à pior parte...
Uma menina fez uma comparação com a República Dominicana e eu talvez a consiga fazer melhor porque já tive nos dois sítios. A República tem também bastante pobreza, vi lá palhotas com fartura, talhos à beira da estrada, sem condições nenhumas, ninguem usava capacete nas motas e a condução deles era uma selva, em Cuba, as casas são muitíssimo modestas, sem telhados, apenas um terraço no topo, mas com melhor aspecto, os mercados e o s talhos um nadica mais de condições, e em cima das motos pelo menos um dos passageiros tem de levar capacete e têm um pouco mais de civismo na condução. Comparando ainda, aos Dominicanos, apesar de não terem liberdade para sair do país, pareceu-me que têm um pouco mais de liberdade de expressão e que são um povo um pouco mais alegre, os Cubanos, não têm nenhuma liberdade de expressão e carregam no rosto o peso da história e das restrições que vivem no seu dia a dia. É pelo menos este o meu ponto de vista!

Esta é a vista da fortaleza à entrada de Havana... não tinha ideia que fosse tão grande!

Na parte histórica da cidade, apenas uma pequena porção está restaurada. Mas estão a progredir bastante, e a maioria dos edifícios está hoje transformada em galerias de arte, onde não se paga nada para entrar, ou em hotéis. Nesta foto podem ver uma casa não restaurada ao lado de outra já restaurada...

E agora um pouco da zona não restaurada, que tem um incrível smell a porcaria, e onde eu tive receio que alguma coisa me caísse em cima da cabeça, um mercado escuro e cinzento onde o cheiro era o mesmo e uma loja onde se distríbui a "canastra básica". Estas lojas destinam-se a vender alimentos por preços muito inferiores para garantir a alimentação básica aos mais necessitados mas tem um limite de quantidade por pessoa que é ridículo mas enfim já é um trabalho social de importância para aquele povo que tem de viver com 12 euros para o mês.






Os meios de transporte, enfim, ficam muito a desejar... É um sério problema do quotidiano deles, ficam horas à espera de um autocarro ou de uma simples boleia... Dentro de Havana, existe uma coisa a que eles chamam de "camelo", que é tipo um camião coberto que leva cerca de 250 pessoas e pelo que me contaram é uma experiência inesquecível, mas também existe um cocotáxi, bastante giro, uma moto em forma de coco que leva dois passageiros mais o motorista, de resto são carros, autenticas relíquias de 5o anos, e os carros mais modernos, poucos, são privilégio de uma minoria, ou são táxis para o turista.



A seguir, deixo-vos uma imagem do Capitólio, que é tipo a nossa Assembleia da República mas que está aberta aos visitantes pois não se passa lá nada... e a imagem do Che Guevara na fachada do Ministério da Indústria.



Mas nem tudo é mau... o sistema de educação é óptimo, desde o 1º ano até ao fim do ensino superior é tudo gratuito para quem tenha vontade de estudar, o sistema de saúde é de meter inveja, é gratuito também. Até os medicamentos...

E depois há as pinacoladas, bebi uma excepcional, à beira da estrada a caminho de Havana, que era divinal, com pedacinhos de coco e tudo... e há os mojitos, bebida refrescante com sabor a limão , hortelã e rum... e ainda o belo do "Habano" (charuto) que esse eu dispensei...


03 agosto, 2007

CUBA

Antes de mais não posso deixar de referir a reportagem da RTP1 que passou ontem, dia 2 de Agosto, intitulada "Hasta Quando?", acerca de Cuba, que me relembrou aquilo que ainda está bem presente na minha memória e, se viram, digo-vos que a maior parte daquelas coisas eu pude comprovar que é realmente verdadeiro. Se não viram, procurem no site da RTP pode ser que lá esteja pois vale mesmo a pena.

Não vou esconder, CUBA tem duas versões e eu vou começar pela boa... as desgraças ficam para amanhã.

Cuba (Varadero) é uma ilha muito quente, cheia de Sol, com um mar azul imenso, caliente que só sentido é que dá para acreditar, praias óptimas cheias de animação, pelo menos a do meu hotel.
Imaginem só o que é estar mergulhado nesta linda praia e ver ao final da tarde patos a fazer voos rasantes na praia, ver gaivotas a mergulhar e a sair da água com um peixinho na boca, mesmo ali ao meu lado, vi também um peixe balão (mas esse, coitado, já tinha terminado o seu ciclo de vida).


Os desportos aquáticos eram diversos e gratuitos... incluíndo pequenos catamarans. Eu ainda experimentei o Caiaque, já tinha andado uma vez e adorei...




E aqui estão as aulas animadas de Hidroginástica e as de Dança. Da primeira fiz várias mas da segunda nem por isso porque achei-as muito básicas para o meu gosto e capacidade de Dança (;) nada modesta).

02 agosto, 2007

Há 4 anos...

... foi assim! Com muito amor e muita paixão!

Hoje, os sentimentos e as emoções são as mesmas mas mais saborosas ainda porque a cumplicidade é maior.


01 agosto, 2007

O avião não caiu....

... e eu já estou de volta!
Pois é, e com muita coisa para contar.
Mas primeiro tenho de concorrer ao concurso de professores e depois tenho de descarregar as fotos para vos poder mostrar aquilo que eu vivi. Posso adiantar que gostei imenso! É uma ilha com identidade e com história.
Até breve.